Postagens populares

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Como o amor é fantástico!



Às vezes penso sobre como o amor é fantástico. Sobre como é maravilhoso estar com alguém que não se preocupa com suas olheiras, com seus excessos de peso, nem com seus mau humores. É lógico que estar com um ânimo ruim não ajuda muito  a relação. Mas é muito bom ser amada.
Antes achava que o amor era algo preso, ser de alguém significava fazer tudo pelo outro e estar sempre disponível. Hoje vejo que não estar disponível o tempo todo apimenta o amor.
Precisamos gostar de nós mesmas, pensar em nós, fazer coisas sozinhas, rir sem a presença dele. Precisamos nos amar e ser felizes independente da presença do outro.
Gostaria de ser uma mosquinha e poder assistir, de longe, como é minha vida, como reajo com os outros, com o meu amado e buscar avaliar se realmente faço o que é certo.
Porém, não dá para ver de fato fazemos o que deveríamos fazer, às vezes não somos o que os outros pensam que somos, mas o que pensamos ser. Ou será que somos as imagens que projetamos nos outros? A existência não é algo fácil! Talvez ser não seja fácil, mas existir já é suficiente.