Postagens populares

terça-feira, 20 de março de 2012

Um dia por vez

Hoje, assistindo a Ghost Whisperer, ouvi algo que achei pertinente e necessário. Um dos personagens afirmou acerca da importância de viver um dia de cada vez, ao máximo. De fato, vivemos num mundo tão volátil, como diria Bauman, numa "modernidade líquida", fluida, fugidia, que não nos damos conta de como o tempo passa depressa. O tempo, algo talvez abstrato, foge de nós com uma velocidade incrível, nos preocupamos com tudo, até em ganhar tempo, mas não com sua perda.
É necessário nos atentarmos para de que maneira dedicamos o nosso tempo. Sabemos de fato apreciar o que temos? Consideramos o valor da nossa família?
Meu marido chegou, meus filhos também, dá liçensa, mas vou gastar bem meu tempo.