Postagens populares

domingo, 15 de abril de 2012

Escrevendo sobre culturas escolares e se frustrando sobre os modos de ensinar

Oi gente!

Acordei com uma fome danada, tô aqui escrevendo e lendo um pouco da dissertação sobre o desenvolvimento da disciplina Ciêncais em institutições escolares de Senhor do Bonfim (1951-1975).

Descobri que no século XIX, no Brasil, as escolas secundárias eram voltadas para apreparção ao ensino superior ( engraçado, isso é um Dejávu?). Só após o estabelecimento da republica é que o governo passou a se preocupar com esse nível de ensino, estabelecendo critérios para o ingresso no ensino superior, e tornando o regime seriado e de frequencia obrigatória. Acreditam que as iniciativas de criar um sistema de esnino no nosso país so ocorreram na década de 1930 do século XX? O ministro Francisco Campos é fez a primeira reforma. Imaginem, foi ontem...
Hoje nos preocupamos tanto que as aulas são tradicionais, por ser expositivas... Só que tem um montão de professores que dão aula lendo o livro e nao fazem planejamento. Isso, para os que nãoa creditaram, dão aula lendo o livro, sem explicar. Só que o "sistema' muitas vezes obriga professores a lecionarem disicplinas com as quais não têm uma mínima intimidade, só para cumprir carga horária. E você acha que o ensino feito desta maneira é de qualidade? Só em sonho!

É por isso que fico frustrada! Enquanto existem pessoas preocupadas com os problemas educacionais, outras não estão nem aí, outras se tornam reféns do sistema e outras se matam para fazer algo a respeito.

Por isso meu caro leitor, me desculpem, mas vou vanegar na história. É ela que nos dá subsídios para compreender melhor o presente e pensar acerca das alternativas que são dispostas para resolver os problemas que vão surgindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário