Postagens populares

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Onde estão nossas representações mágicas de realidade?

No blog "a cor da imaginação" minha amiga Maísa escreve acerca das princesas e príncipes disponíveis atualmente. Faz tempo que não refletia sobre essas figuras mágicas que permeiam a imaginação. Digo imaginação porque a princesa mais próxima da nossa realidade atual, nossa amiga Lady Di era bulímica, foi traída pelo marido e morreu num trágico acidente, quando passeava com o namorado - além disso seu ex-príncipe era na verdade um grande bruxo feio!!!.
É difícil perceber a figura mágica das princesas até nas mentes infantis. As meninas hoje estão muito mais interessadas em imitar as Barbies, magérrimas, charmosérrimas, complicadérrimas e muitas vezes carérrimas ( dizem inclusive que as Barbies divorciadas são as mais caras, pois vêm acompanhadas da casa do Ken, do carro do Ken e do celular do Ken).
É amigas queridas, será o fenômeno do fim da infância, da magia, da fantasia? Percebo que após a revolução sexual e o surgimento dos metrossexuais a mulher moderna tem que viver num mundo de liberdade conformada (Isso existe?). Quero dizer, após a conquista do mercado de trabalho, da liberdade para votar, se expressar, sonhar a mulher moderna foi obrigada a aprender a se conformar com algumas coisinhas:
1- Que mulher trabalha muitas vezes numa dupla jornada para dar conta do recado;
2- Que mulher-mãe-profissional é uma dureza mas é o tipo de indivíduo que mais se expande no planeta;
3- Que ganhar dinheiro nem sempre traz felicidade;
4- Que muitas vezes é melhor ter um sapo na mão que dois príncipes voando - sse bem que existe o time das que preferem vários príncipes voando já que a majestade duram só por uma noite e o tipo das que preferem as rãs mesmo pois desistiram dos sapos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário